de atalaia

.
.
.
Hoje em dia não são mais os cães que latem quando a gente passa; são as luzes de emergência. Em cada calçada pelo menos uma, assim que fareja algum movimento – qualquer corpo estranho, um gesto suspeito, ar deslocado –, detecta, se acende. Depois de um tempo, em que não sente mais seu cheiro ou seu corpo ou o corpo do seu cheiro em que você passa, se apaga. Os cães ficam embaixo, olhando atrás das grades, deitados, impassíveis, às vezes em silêncio com olhos de ódio às vezes em silêncio com olhos de coma, substituídos.
.
jun.01
.
.

.
.
.

.
.
.

.
.
.
.
.
.
..
.
"Escotilha", o cachorro-marujo de M. Wise Brown,
ilustrado por G. Williams
.
.
.
.

3 comentários:

Heitor Amílcar disse...

delicioso. junto com a ilustração ainda...

Andréah Dorim disse...

Você me surpreende...
Surpresas de um olhar ainda não visto, vendo...
Que bem que vc está vendo.
...

bia reinach disse...

A partir da leitura passei o dia pensando nas substituições modernas...tão assépticas...