para os vinte anos de uma jovem dama

.
.

.
.................................... mandala
.................................... azul em sol às costas
.................................... farol sob a juba
.................................... íntimo signo
.................................... cadenciado
.................................... em crescendos
.................................... mandala
.................................... cortejo de círculos
.................................... pedra em lago
.................................... azulecendo
.................................... adolescência indo-se
.................................... (mandá-la às favas?)
.................................... mandala circo
.................................... hino, nau
.................................... à cidade natal
.................................... natalina há vinte anos
.................................... agora de volta
.................................... para singrá-la
.................................... sinal
.................................... de tatuagem afora
.................................... de tatuo-me onde possa
.................................... de tatuo-me onde queira
.................................... de tatuo-me ora deixa
.................................... com que me faça, cresça
.................................... e aconteça minha sina
.................................... eu, flecha
.................................... sagitária menina
.................................... mulher astronômica
.................................... mapa que não se acaba
.................................... mina
.................................... endecha que se reverta
.................................... dinâmica onda
.................................... (antígona em festa?)
.................................... eu, rio de piracicaba
.................................... e tietês em cheia
.................................... pinheiros de estagnações relativas
.................................... (sempre anda...)
.................................... mandala
.................................... sem contaminá-la
.................................... óleo que flui na água
.................................... óli que se estatua
.................................... ode tatuada
.................................... fixa

.................................... para transfigurar-se em ações
.................................... encenadas
.................................... movimentação ininterrupta
.................................... ora, claro: é o palco
.................................... são os tacos de seu solo como num feixe de opalas
.................................... minérios
.................................... mosaicos
.................................... chão, estrado, tablado
.................................... (ou armação indecisa em que te apoies descabelada)
.................................... em que trazes teus rios
.................................... teus guizos
.................................... teus risos
.................................... e lírios de lágrimas gradeadas
.................................... (isso querendo dizer qualquer coisa:
.................................... como um gesto
.................................... mentira
.................................... das verdadeiras
.................................... como as que inestimavelmente devem ser sempre as da
cena)
.................................... em que trazes teus rios e risos
.................................... guizos
.................................... e azuis
.................................... e saias coloridas
.................................... em que tragas:
.................................... ofício doce para tatuar-se em fogo das grandes jornadas
.................................... parafina faísca pavio
.................................... o calor e as luzes antes mesmo da chama
.................................... em chama os refletores a fio e suas gelatinas
.................................... - mandala

.
dez.09
.
..
.
.

3 comentários:

óli de castro disse...

tô absolutamente sem palavras.
só em lágrimas...
obrigada! de verdade!

helio disse...

Pelo autor da mensagem, o orgulho dos pais; para a "jovem dama" aniversariante, a bênção dos avós Olga e Helio.

Alena, Pedro e Demetrius disse...

Parabéns Edu pelo "jogo" das palavras e seus significados (a cara da Oli). Para a Olivia, Parabéns pelas 2 Décadas de crescimento e alegrias!!!