assembleia em dez

.
.
.
Dez homens reunidos, sentados em círculo. No início a câmera pega tudo, os dez à vista. Lentamente, tudo o que faz é ir fechando, fechando em frente, até que só o que se verá é o décimo homem.
.
.......... 1 – Eu não acredito nisso...
.......... 5 – Mas é a verdade.
.......... 1 – Então você pensa em deixar que cada ala se resolva.
.......... 8 – A questão não é das alas.
.......... 4 – A questão é da capacidade de cada aliado.
.......... 3 – Mas se é depositado cada esquema na mão certa, eu não entendo qual é o problema.
.......... 2 – O problema justamente é o critério das mãos. Se na Zona Aberta a gente deposita um número decente de incentivos, tudo bem. Mas pelo que eu vejo, não é do que se trata aqui.
.......... 5 – E mais: se dois arruaceiros entram pela cancela, onde é que nós vamos parar?
.......... 6 – Eu insisto, é o que eu já dizia desde a 36a. Não se pode comparar a carroceria trazida do leste com a ampliação das ogivas.
.......... 3 – Mas se a ogiva é o que sustenta e é o que some a cada trimestre, é preciso que a gente compare!
.......... 2 – Comparar é uma coisa, cancelar preventivamente sem consulta, é outra bem diferente.
.......... 1 – Muito bem, então a solução é o controle das taxas. Mas se até os últimos talões viraram cinza, como é que se pensa em aplicar taxas?
.......... 7 – Eu acho que se devia conectar Cancun.
.......... 8 – Se vinte dispositivos – apenas vinte – forem lançados na hora certa no lugar certo, tudo se endireita. Eu resolvo isso num dia.
.......... 2 – E daí cabrum. Daí cabrum e quem paga a besta aqui somos nós, da Zona Restrita.
.......... 4 – Um momento, não se pode esquecer dos juros. Vocês falam em cancela, quando daqui a dois meses a coisa é um cofre!
.......... 3 – Se na barganha se alimenta essa expectativa, sim.
.......... 5 – E outra coisa: na rota sensitiva o preço muda – o preço muda!
.......... 8 – Só se a Demagoga der um pulo de novo e voltar à vida... (Risos.)
.......... 2 – Eu ainda acho o que digo: temos que saber qual é justamente o problema. Só o problema.
.......... 7 – Eu conectaria Cancun.
.......... 6 – Se nove entre dez aplicações de ogiva dessem pepino, vá lá. Mas não é o caso, nem de longe.
.......... 1 – Não é o caso porque compram-se
trezentos lotes e não se fia.
.......... 2 – Não se fia mas o que deve contar é a ameaça convertida em dilepsia. Dilepsia que nem três de nós dispensamos.
.......... 5 – Se a fatura fosse feita aqui, num cubículo, acho que tudo se resolvia.
.......... 3 – “Se” fosse feita aqui. “Se” isso fosse um cubículo.
.......... 4 – É só trazer as mesas amplas da diarista.
.......... 8 – As mesas e as toalhas, senão já viu.
.......... 7 – Cancun tem mesas.
.......... 6 – Eu ainda insisto no mais prático: as ogivas. Cada um de nós tira isso de letra.
.......... 4 – Mas você já pensou se cada um de nós, tirando isso de letra, arrebenta justamente a questão primeira: a pesquisa?
.......... 1 – Além do quê, infelizmente tem mais uma coisinha: o reboque.
.......... 8 – Meu Deus, se cada reboque aumenta e sustenta a cada investida... eu não quero nem pensar.
.......... 5 – Mas daí é só reagrupar.
.......... 7 – É.
.......... 5 – Cada qual se comunica e na 40a eu quero ver se um só pio vai escapar.
.......... 2 – E de certa forma... já se pode instalar a primeira ogiva.
.......... 6 – Todas, todas!
.......... 3 – Mais as mesas e as toalhas...
.......... 5 – E cada novo talão, dividido por um.
.......... 8 – E aproveita a Demagoga! (Risos. Tumulto. Falam ao mesmo tempo.)

.
.......... Aos poucos os comentários vão sumindo, faz-se silêncio. A essa altura o foco já está fechado no décimo. Seu olhar denso permanece, como desde o começo, sem olhar para os outros.
.
.......... 10 – Vocês se esqueceram de uma coisa. Nós não estamos sozinhos. (Pausa. Mais silêncio. Agora ele olha os outros.) Eu acho que a melhor coisa são as caixas. Nós distribuímos todas as caixas – para todos. Cada qual pega a sua cota, e espalha, o máximo que conseguir. Nos últimos andares faz-se uma média de 20.000 por 1; nos térreos nem se fala, vocês sabem. Essa é a única maneira. Essa é a solução. Nós já sabíamos disso, desde sempre. Mas agora é a hora.
.
abr.98
.
.
.

2 comentários:

HA disse...

m'explica, m'explica, m'explica!

edu brito disse...

num ixprico nem m´ixprico num ixprico