imágenese

6
.
.
Um prédio, às vezes parecendo vários, em um só, com vários apartamentos, uns acesos outros apagados, as luzes formando pilhas, verticais, horizontais, diagonais, outras espalhadas. Luzes pequenas – janelas pequenas – dando a noção da grandeza do prédio; afinal se vistas de perto, seriam normais. Ora é íngreme reto, ora inclinado gerando patamares, um por andar ou em blocos maiores. Lembra essas construções em alguma riviera, às vezes parecendo moderna, até futurista, por outro lado, dependendo do olhar, de repente ultrapassada. Mas às margens dela, à frente dos edifícios unidos em um, existe alguma água – ora de mar, às vezes de lago vasto como o mar, ora de rio; às vezes não é visível, mas está debaixo de quem vê a construção, sob os olhos da visão que a constata.
.
.
15 janeiro 99
.

Nenhum comentário: